Culturas
Cultura africana
Cultura asteca
Cultura chinesa
Cultura egípcia
Cultura grega
Cultura inca
Cultura indiana
Cultura maia
Cultura portuguesa
Cultura romana
Cultura japonesa

A Grande Muralha da China

A Grande Muralha da China A grande muralha também foi criada a partir de secções existentes construídos no período dos Estados Combatentes, como fronteira perante as invasões dos povos do norte e como linha de desmarcação entre o povo Chinês e os povos bárbaros sem cultura. Para sua realização se utilizava escravos e recrutas como mão-de-obra.

Diz-se que a quinta parte da população Chinesa contribuiu em diferentes épocas na construção da Grande Muralha e que muitos dos corpos dos obreiros que morreram disponibilizaram documentos históricos, serviram para amortizar o peso das pedras. Realmente, a Grande Muralha é uma serie de muralhas construídas e reconstruídas por diferentes dinastias durante mais de 1000 anos, com distintos materiais e características dependendo da região.

Pela sua eternidade, a Grande Muralha é um emblema da evolução da China. Construida em várias etapas, a primeiro por indicação de Qin Shi Huangdi, também Shi Huangdi e Ts’in She Huang-Ti, primeiro emperador da China e fundador da dinastia Chin. Tem mais de 2000 anos de antiguidade, mas a Grande Muralha da China permanece como uma das grandes maravilhas do mundo. Muitas das pedras que foram aplicadas na sua construção medem mais de dois metros e passam a tonelada de peso.
A Grande Muralha da China Estendendo-se por mais de 6000 km desde das montanhas da Coreia até ao Deserto de Gobi, atravessando montanhas e rios, foi construída inicialmente para proteger um antigo império Chinês das tribos que rondavam o norte. Mas com o tempo se converteram em algo muito maior, uma bênção para o comércio e para a prosperidade e, finalmente, num símbolo do génio e da vontade do povo Chinês.

À medida que a muralha atravessava as terras da China, os seus construtores se viram obrigados a depender dos materiais locais. Grande parte da muralha Qin foi construída com pedras colocadas umas sobre as outras, mas onde as pedras eram escassas, os engenheiros construíram a muralhas com camadas de terra compactada. O processo de colocação da terra começa com um pedaço de madeira. Os obreiros preencheram a marca cm terra solta, na qual então era formada uma camada compacta de 10 centímetros de espessura. O processo se repetia camada por camada e a muralha se ia levantando lentamente 10 centímetros de cada vez.

No ano de 206 a.C chegou ao poder uma nova dinastia, a Han, e o império começou a mover-se nuam nova direcção mais aberta. Os Han restauraram grande parte da literatura clássica da China, especialmente os trabalho do Confúcio. Também estabeleceram o governo central forte mas mais humano, criaram o primeiro sistema de escolas públicas e, numa luta que durou quase 70 anos, eliminaram total e definitivamente a ameaça Xiongnu (hunos).

A Grande Muralha da China Com a Ásia Central debaixo do controlo da Dinastia Han se estabeleceram rotas seguras para o comércio, abrindo a China à cultura do mundo ocidental. A dinastia Han também adicionou torres de vigilância na Muralha, espaçadas em cada 25 – 50 km. Os Han encontraram que o sistema de sinais enviava as mensagens mais rapidamente que um cavaleiro a cavalo.

Utilizavam sinais de fumo para avisar os defensores de um ataque. Uma coluna significava que um posto estava sendo ameaçado por uma força com pelo menos 500 tropas, duas colunas indicavam uma força de ataque menor de 3000 e assim sucessivamente. Os maiores construtores de muralha foram os Ming, já que não só construíram mais muralhas do que qualquer outra dinastia, já que as suas eram maiores, mais longas, mais decoradas e mais imponentes. A muralha com que estamos familiarizados és a deles.

Tal trabalho engenharia não haveria sido possível sem a avançada tecnologia Ming para fazer ladrilhos. A parte mais famosa da Grande Muralha encontra-se perto de Beijing, na localidade conhecida como Badaling. Foi construída em 1381, durante o reinado do imperador Hongwu, da dinastia imperial Ming (1368-1644).

O muro tem uma altura de sete a oito metros, chegado a dez em alguns pontos com uma largura de sete metros na base e seis na crista, os andares eram a base de uma mistura de pedra e uma argamassa compactada com redes de troncos de árvore em quatro ou seis camadas. Evitaram também as escadas, substituindo-as por rampas, pelo que nos diz que era utilizada como meio de comunicação.




   
Contacte-nos Condições de uso